Terça-feira, 30 de Agosto de 2005

Presidenciais

MA.jpg

Finalmente Manuel Alegre disse de sua justiça.
Baqueou ao poder do partido, como qualquer menino de coro.
Refugiando-se na unidade do partido, lá foi dizendo que para candidato não servia, mas que se encontrava disponível para qualquer coisita.
A subserviência é muito bonita.
E ele que tinha diagnosticado também o estado do país.
Escusava era de ter feito um jantar, para dizer que ia desistir.
Só neste País.

PP

publicado por PP às 22:33
link do post | comentar | favorito

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


SAPO Blogs

.Forúm do INSANIDADES

ForumInsanidades

.subscrever feeds